A história da Fundação Ezequiel Dias - FUNED se confunde com a de seu fundador Ezequiel Caetano Dias e com a expansão das atividades do Instituto Manguinhos, (hoje a Fiocruz, do Rio de Janeiro). Ezequiel ingressou no Instituto ainda muito jovem como ajudante acadêmico de Medicina. Em 1905, a pedido do diretor, seguiu para o Maranhão e passou a dirigir o Laboratório Bacteriológico da região. Após alguns meses, regressou ao Rio devido ao agravamento do seu estado de saúde e, de lá, foi encaminhado para Belo Horizonte, por recomendação médica. Em 03 de agosto de 1907, foi inaugurada na capital mineira, na rua da Bahia, próximo à Praça da Liberdade, a Filial do Instituto Manguinhos.O objetivo era pesquisar, divulgar e ampliar as ações de saúde pública pelo Estado. Após a morte de Ezequiel Dias, em 1922, a Filial passou a se chamar Instituto Ezequiel Dias, em sua homenagem.
Minas Online
Você está navegando em: Página Principal » Noticias » Blog article: De olho na copa

De olho na copa

Mineirão

Estádio Mineiro já está pronto para receber os jogos da Copa. Crédito: Alexandra Martins / Secopa MG

Funed implementa ações para atuação em eventos em massa

Muitas doenças infecciosas, doenças transmitidas por alimentos, bioterrorismo e outras situações adversas de saúde estão associados a eventos com grande aglomeração de pessoas. Por isso, equipes de saúde de todo o Brasil já estão alerta para eventos como a Copa do Mundo de 2014 e a Copa das Confederações que serão sediados no país. Em Belo Horizonte, a equipe da Fundação Ezequiel Dias (Funed) vem se preparando já há alguns anos para atender as demandas de variados órgãos governamentais, prioritariamente os da saúde, com o objetivo de proteger e promover a saúde da população que irá circular pela cidade e pelo estado durante essas festividades.

“Inicialmente, elaboramos um plano de trabalho para atender às possíveis demandas de Vigilância Sanitária, Epidemiológica e Ambiental decorrentes desses eventos”, afirma o chefe da Divisão de Vigilância Sanitária da Funed, Kleber Baptista. Segundo ele, o plano foi apresentado ao colegiado responsável por endossar propostas de interesse da saúde da população. “Com o plano aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e pelo Governo de Minas, damos início à execução das ações”, disse.

O plano prevê desde a ampliação da capacidade técnico-operacional dos laboratórios que realizam exames de diagnóstico de doenças e análises em alimentos, águas e outros produtos com risco à saúde; a capacitação de profissionais em todo o Estado, aquisição de insumos, articulação com outros órgãos até a implantação de novas metodologias analíticas.

De acordo com Chequer Buffe Chamone, coordenador da Divisão de Epidemiologia e Controle de Doenças da Funed, a equipe tem estudado o histórico epidemiológico e ambiental dos países de origem dos times que poderão jogar em Belo Horizonte. O objetivo, segundo ele, é conhecer as doenças mais comuns nos outros países e preparar para possível necessidade de exame de diagnóstico, fluxo de coleta e transporte de amostra biológica e encaminhamento a laboratórios de referência nacional e internacional para análise. “Não é motivo de alarde, mas sim de cuidados. E é isso que temos feito aqui em Minas. Estamos nos preparando para detectar precocemente eventos adversos que demandam uma resposta mais rápida dos agentes de saúde”, esclarece.

O recurso financeiro para execução do plano de trabalho foi disponibilizado pelo Ministério da Saúde e Agência Nacional de Vigilância Sanitária. O monitoramento do gasto será acompanhado pelo Tribunal de Contas da União.

Ações

No próximo dia 04, faltando pouco menos de 500 dias para a Copa, técnicos de laboratórios, farmacêuticos, biólogos e outros profissionais da Funed estarão reunidos na sede da instituição para compartilhamento do plano de trabalho. Durante o encontro, pretende-se apresentar a proposta que é composta, dentre outras tantas ações, de reformas e adequações de áreas físicas dos laboratórios da Funed, aumento do escopo de ensaios acreditados identificação das referências para as ameaças ou amostras de pacientes de alta patogenicidade, definidas responsabilidades, e planejadas a elaboração dos kits de coleta de amostras biológicas e ambientais que deverão ser enviados aos municípios.

“É o início de uma sensibilização dos funcionários. Não poderemos ser apenas espectadores desses eventos. Fazemos parte de um sistema público de saúde e devemos sempre servir à população”, afirma Kleber Baptista, chefe da Divisão de Vigilância Sanitária da Funed.

Durante o encontro, uma palestra vai alertar também sobre o risco de bioterrorismo. A Diretora dos Laboratórios da Funed, Rita Lopes Naveira, lembra que, em 2011, a Fundação analisou amostras suspeitas de contaminação por Antraz, uma doença infecto-contagiosa de origem animal, conhecida vulgarmente por peste da Manqueira ou mal de ano, sem registro no Brasil.

Naquele ano, a bactéria causadora da doença entrou em evidência por ter sido utilizada como arma biológica em atentados terroristas decorrentes da guerra entre o Afeganistão e os Estados Unidos. De acordo com a Diretora, a Funed estava apta a realizar aquele tipo de diagnóstico e isso garantiu tranquilidade à população. “Daí a importância dessa preparação. Teremos turistas de várias partes do mundo e lidamos nos laboratórios com muitos agentes biológicos”, esclareceu.

Após realização de seminário interno, a Funed prevê um evento com os vários setores governamentais envolvidos na preparação nacional, estadual e municipal.

Ações no Brasil

A preparação da área de saúde no Brasil para a Copa do Mundo está sendo acompanhada pela Câmara Temática da Saúde, coordenada pelo Ministério da Saúde que faz a interlocução com as 12 cidades e os estados onde serão realizados os jogos: Belo Horizonte (MG), Brasília (DF) Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

Entre os objetivos da Câmara destacam-se a coordenação do planejamento de ações nacionais na área da saúde, estabelecendo diretrizes gerais e metas, ações estratégicas e o apoio às ações com os municípios-sedes.

Serviço:

Seminário preparatório para copa do mundo

Local: Auditório Central da Funed

Rua Conde Pereira Carneiro, 80

Bairro Gameleira

Belo Horizonte – MG

Horário: 14h

Texto: Marina de Castro

Atualizado em 30/01/2013

Informações deste artigo:

Link original para esta notícia:
http://funed.mg.gov.br/noticias/de-olho-na-copa/

 
Mais canais de informação:
- Acesse para mais notícias do Governo de Minas Gerais: Agência Minas e Blog.
- Acesse a Galeria de Fotos do Governo de Minas Gerais.
- Acompanhe também no www.youtube.com/governodeminasgerais e twitter.com/governomg

 
FUNED Rua Conde Pereira Carneiro n°. 80 - Gameleira - Belo Horizonte / MG - CEP 30510-010 Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades
0,47745 queries in 0,477 seconds.